Aedes Aegypti é mais comum no verão: veja os cuidados básicos que ajudam a combatê-lo

Ações devem ser realizadas continuamente para impedir sua reprodução

(Foto: Getty Images)
Nesta época do ano, é necessário redobrar os cuidados para prevenir a criação de focos e criadouros do mosquito
A cada ano, a chegada do verão traz consigo o aumento do número de casos de doenças epidêmicas (as arboviroses). O calor e as chuvas sazonais contribuem para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, popularmente conhecido por ser transmissor da dengue, febre amarela, Zika e Chikungunya.

Nesta época do ano, é necessário redobrar os cuidados para prevenir a criação de focos e criadouros do mosquito. A população deve atuar de forma consciente para evitar o acúmulo de água parada e promover o bem-estar e segurança de todos. As principais medidas de prevenção e combate ao Aedes aegypti recomendadas pelo Ministério da Saúde são:

Manter fechados recipientes que possam acumular água;
Encher pratinhos de vasos com areia até a borda ou lavá-los ao menos uma vez por semana;
Deixar garrafas de vidro e latas de alumínio com a boca virada para baixo;
Limpar calhas frequentemente;
Tampar ralos e lixeiras;
Aplicar repelentes de uso tópico
Evitar lixo e entulhos deixados em terrenos baldios.

Segundo o infectologista Claudio Gonsalez, do Hospital Santa Paula, as mulheres grávidas precisam ter ainda mais atenção com a prevenção. “Nos últimos anos, observamos uma grande proliferação dos casos de microcefalia em bebês, relacionados ao vírus Zika. É essencial que gestantes estejam sempre atentas ao ambiente e consultem seus médicos sobre a utilização de repelentes. As telas em janelas e portas podem ser grandes aliadas nesse momento”, afirma o especialista.

A intensificação da vacinação também tem papel importante no combate às doenças transmitidas pelo mosquito. No caso da febre amarela, a prefeitura de São Paulo divulgou, em novembro, que a cobertura vacinal no município ainda não chegou a 60%. No entanto, a dose da vacina continua disponível em todos os postos de saúde da cidade.

Os órgãos de saúde pública recomendam que a imunização por vacinas seja realizada ao longo do ano, de forma ininterrupta, para evitar superlotação nas unidades de saúde em épocas de surtos. Além disso, o combate ao Aedes aegypti deve ser contínuo, já que o mosquito pode transmitir doenças virais em qualquer período do ano. “O foco deve ser conter a proliferação de mosquitos a partir destas medidas básicas e, consequentemente, impedir a disseminação de doenças e suas complicações”, diz Gonsalez.

Fonte: In Press Porter Novelli 
Aedes Aegypti é mais comum no verão: veja os cuidados básicos que ajudam a combatê-lo Aedes Aegypti é mais comum no verão: veja os cuidados básicos que ajudam a combatê-lo Reviewed by Redação on 12/19/2018 10:30:00 AM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-