Terceira idade conectada é um novo filão do consumo online


É importante que as empresas entendam e atendam este nicho de mercado, avalia especialista

(Foto: Getty Images)
Terceira idade se mantém online, revela pesquisa
Já passou o tempo em que só adolescentes passavam horas na frente do computador. Na era da internet sem limites e em qualquer lugar, é evidente o aumento do consumo da tecnologia e a diversidade de perfil dos públicos. Pesquisa recente do Ibope sobre o uso da internet revela que a terceira idade se mantém online, em casa, cerca de duas horas por dia a mais que jovens entre 12 e 17 anos. Para o especialista em marketing digital Gabriel Rossi, o principal motivo deste cenário são os cursos de informática cada vez mais frequentados por pessoas com idade entre 55 e 64 anos. “E marcas não podem deixar de incluir este consumidor internauta em sua estratégia, atendendo suas expectativas”.

Rossi afirma que as organizações precisam fazer a lição de casa e mapear as expectativas deste público. “Empresas focadas em comunicação dos seus clientes via internet têm de entender os principais interesses da terceira idade no uso da web, que, atualmente, são informações sobre turismo e acesso a bancos, além da navegação para aumentar relações sociais”, conta.

O estrategista afirma que alguns pontos são fundamentais para as marcas terem sucesso. O primeiro é entender de quem é a decisão de compra de determinado serviço ou produto. “Do idoso ou de seus filhos? Conhecendo o público-alvo é possível mapear o comportamento deste internauta”.

Para marcas já presentes em redes como Facebook e Twitter, é aconselhável considerar novos perfis nas mesmas redes para conversar com esse consumidor de maneira mais segmentada. “Vale também destacar que a terceira idade acessa a web de forma mais visual, ou seja, é mais interessante produzir conteúdo baseado em imagens acompanhadas de narrativas”, avalia o especialista.

Hoje o Brasil tem de cerca de 272 milhões celulares. Esse é, portanto, outro fator a ser considerado. “É fundamental entender a relação deste público com o telefone celular. Sites com versões mobile e aplicativos precisam facilitar a vida deste usuário. As letras estão no tamanho adequado e o acesso é fácil? Tudo é intuitivo? Enfim, atenda à realidade do seu cliente e sua marca ganhará solidez”.

Fonte: Atelier de Imagem e Comunicação
Terceira idade conectada é um novo filão do consumo online Terceira idade conectada é um novo filão do consumo online Reviewed by Redação on 3/11/2014 10:30:00 AM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-