Enjoo: "mal do movimento" pode ser o vilão no período de férias


Especialista dá dicas para evitar este problema durante a viagem

(Foto: Getty Imagens)
Imagem ilustrativa
O verão está chegando e as férias escolares também, mas nem sempre são sinônimos de diversão. Viajar, independentemente do meio de transporte, também pode ser motivo de preocupação para quem sofre de cinetose ou “mal do movimento”. Trata-se de um distúrbio do aparelho vestibular, responsável pelo equilíbrio do corpo, que provoca enjoo com presença ou não de vômito, sensação de desmaio, vertigem, suores frios e mal-estar causado por náuseas.

O transtorno não ocorre somente durante as viagens. Determinados brinquedos em parques de diversões ou ambientes de realidade virtual, como jogos de vídeo game ou cinemas 3D e 4D, também podem provocar o distúrbio porque proporcionam a sensação de estar em movimento, enquanto o corpo permanece em repouso.

(Foto: divulgação)
Dra. Shirley Pignatari
O problema ocorre quando o cérebro recebe informações desconexas, que podem ser enviadas pelos sistemas visual (olhos), vestibular (labirinto) ou proprioceptivo (receptores sensoriais das articulações e músculos). “Qualquer alteração ou distorção em um desses sistemas pode ocasionar sintomas de desequilíbrio e náuseas”, explica a otorrinolaringologista Shirley Pignatari, professora adjunta e chefe da disciplina de Otorrinolaringologia Pediátrica da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Embora possa afetar pessoas de todas as idades, as crianças desenvolvem mais comumente o problema. Isso ocorre porque elas têm o labirinto – centro de equilíbrio localizado no interior do ouvido – imaturo.

Veja agora dicas para não ter férias frustradas

A primeira dica para não deixar que a cinetose atrapalhe a sua viagem ou o seu programa de férias é cuidar da alimentação. “É importante não ingerir muito líquido ou alimentos gordurosos antes de viajar ou entrar em algum brinquedo que provoque solavancos, paradas bruscas ou aceleração. O ideal é dar preferência a alimentos leves ou frutas. Álcool também deve ser evitado porque ele agrava os sintomas”, alerta a Dra. Shirley.

Para quem vai viajar de carro ou ônibus, a dica é evitar a leitura durante a viagem, não olhar pela janela e para objetos em movimento e reclinar o banco, quando possível.

Um cochilo ou algumas horas de sono também ajudam a aliviar os sintomas. Além disso, resfriar o corpo (abrir a janela ou borrifar água no rosto) e fazer exercícios posturais e de relaxamento também ajudam a reduzir a sensação de mal-estar.

Para quem costuma enjoar sempre que viaja, a alternativa é ingerir um antiemético, como o dimenidrinato, até 30 minutos antes da viagem. Esse tipo de medicamento ajuda a estabilizar o sistema vestibular e reduz a falsa sensação de movimento do corpo, inibindo os sintomas da cinetose. Deve-se ressaltar que o médico precisa sempre ser procurado nestes casos e o uso destes medicamentos deve ser condicionado à sua prescrição.

Mais de 750 mil turistas devem viajar pelo país neste fim de ano a bordo de 15 embarcações, em 280 roteiros de viagens, segundo prevê a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar). A Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV), por sua vez, estima um aumento de 14% na compra dos pacotes aéreos para o período. Aqueles que optarão por viagens terrestres, devem se preparar para enfrentar estradas cheias, principalmente nos feriados de natal e réveillon.

Fonte: Ketchum
Enjoo: "mal do movimento" pode ser o vilão no período de férias Enjoo: "mal do movimento" pode ser o vilão no período de férias Reviewed by Redação on 12/10/2012 01:43:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-