Sri Lanka entra na lista de aventureiros que buscam natureza, esportes, cultura e religiosidade

O país também acaba de ser indicado pelo guia Lonely Planet como o melhor do mundo para se visitar em 2019

(Foto: Mayakaru / Wikimedia Commons)
Vista de Colombo, cidade mais populosa do Sri Lanka
Graças à natureza exuberante, florestas onde é possível fazer safáris para observação de leopardos e elefantes, templos e praias paradisíacas para a prática de surfe, mergulho e canoagem, o Sri Lanka acaba de ser indicado pelo guia Lonely Planet como o melhor do mundo para se visitar em 2019 e já começou a atrair aventureiros que desejam combinar esportes, cultura e religiosidade. Este país asiático tem profundas ligações com a medicina Ayurveda (que, em sânscrito, significa “ciência da vida”) e um contexto cultural e gastronômico riquíssimo, que envolve o berço do budismo e o cultivo de chás e especiarias.

Uma das pessoas atraídas por tudo isso é a paulistana Roberta Borsari, atleta que se manteve no top 10 do circuito mundial de kayaksurf por mais de 10 anos, primeira mulher a surfar de caiaque a pororoca do rio Araguari, na Amazônia, e realizadora de diversas travessias inéditas de Stand Up Paddle pelo mundo. Ela, que coleciona em seus passaportes destinos diferenciados, embarca para lá no início de novembro, com a expectativa de explorar o destino com remadas, mergulho e surfe em praias como Kabalana, Weligama e Mirissa. “Trata-se de uma boa descoberta fora do eixo comum”, afirma Roberta, que já há alguns anos faz viagens que combinam a prática de esportes com estudos sobre as culturas de cada lugar.

Sua saga começa em Colombo, uma das capitais do país – a outra é Kotte –, onde há templos hinduístas e budistas e interessantes mercados, e de lá a atleta segue para o sul do país. Além das atividades esportivas previstas, ela deve fazer observação de baleias e visitas a templos em Dondra e Dickwella e a plantações de especiarias e chás, inclusive à fábrica Handunugoda Tea. Outras atrações do roteiro são o orfanato de elefantes Pinnawala, a cidade de Galle, os Parques Nacionais de Udawalawe e Yala e, ainda, aulas de culinária.

Entre as melhores experiências que teve em viagens, Roberta destaca o contato com as espécies endêmicas de Galápagos, no Equador, a arqueologia da Ilha de Páscoa, no Chile, as belezas naturais das Maldivas e os costumes polinésios de Moorea, no Taiti. Ao final de cada expedição, ela sempre narra, através de conteúdos multimídia, as histórias e curiosidades de cada destino em seu sites www.robertaborsari.com.br e www.suptravessias.com.br.

Como parte de seu projeto “SUPTravessias”, Roberta também foi a primeira atleta a receber autorização do Ministério do Meio Ambiente para realizar a travessia em Stand Up Paddle em mar aberto até o arquipélago de Alcatrazes, no litoral paulista, e já fez a circum-navegação de Fernando de Noronha.

Fonte: AD Comunicação & Marketing
Sri Lanka entra na lista de aventureiros que buscam natureza, esportes, cultura e religiosidade Sri Lanka entra na lista de aventureiros que buscam natureza, esportes, cultura e religiosidade Reviewed by Redação on 10/24/2018 04:03:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-