Visagista fala sobre a maquiagem artística por trás dos espetáculos teatrais

Make-up designer Anderson Bueno recebeu a indicação ao prêmio Bibi Ferreira como 'melhor visagismo' - por ter assinado 'Hebe - O Musical'

Da Agência Telenotícias

(Foto: divulgação / ‘Hebe - O Musical’)
Visagismo de 'Hebe - O musical' foi o mais difícil, conta Anderson Bueno
Ele acabou de terminar ‘Hebe - O musical’, ‘Festa, A Comédia’ e a ópera ‘Kátia Kabanová’, mas já está trabalhando no visagismo de ‘Meu Filho Vai Casar’, ‘Menopausa, O Musical’ e ‘Carmen: A Grande Pequena Notável’. Essa é a rotina do make-up designer Anderson Bueno, que sempre mantém a agenda cheia, quando o assunto é a maquiagem artística por trás dos grandes espetáculos teatrais brasileiros.

Com tanta frequência de trabalhos, o que não falta é inspiração e criatividade. Segundo Anderson Bueno, essas características estão diretamente ligadas ao fato de ele não fazer distinção de trabalhos e estar sempre aberto a ouvir bem o diretor e entender a proposta do figurino. “E principalmente, não deixar de estudar nunca!”, completa o visagista.

(Foto: divulgação / ‘Hebe - O Musical’)
Anderson Bueno durante o trabalho de maquiagem nos
 bastidores de 'Hebe - O musical'
Entre os musicais que o profissional assinou, ele não esconde que o visagismo mais difícil foi o de ‘Hebe - O musical’. “Todos eles sempre têm um detalhe que dificulta, mas com toda a certeza ‘Hebe’ foi o mais desafiador. Fazer com que a maquiagem cinza ficasse verdadeiramente um efeito de época da tv branca e preta foi um trabalho lindo de parceria entre maquiagem, figurino e iluminação”, explica Bueno.

Já outro trabalho que marcou muito a carreira, segundo o visagista, foi a ópera brasileira Bug Jargal – realizada no Theatro da Paz, em Belém. “Pelo desafio de fabricar carecas, que acabaram não funcionando. Então o elenco mais tarde aceitou a minha primeira opção em raspar a cabeça”, conta.

(Foto: divulgação / João Caldas)
O visagista Anderson Bueno
Visagismo e tecnologia

O tempo vai passando e o visagismo também evolui com tecnologia disponível, por isso, muita coisa tem mudado atualmente na concepção da maquiagem artística para espetáculos. “Tanto na fixação de produtos a serem usados como na remoção deles. Nos efeitos alcançados e etc. Na própria maquiagem de ‘Hebe’ tivemos essa experiência. Tanto com a base, que foi desenvolvida uma cor exclusiva para o espetáculo pela Vult Cosmética, como na toalhinha usada para remover a maquiagem rapidamente usada pela Débora Reis, que trocava três vezes de maquiagem durante o espetáculo”, relata Bueno.


Reconhecimento

Com tantos trabalhos entrando ou saindo de cartaz ao mesmo tempo, Bueno começou a ser chamado nos bastidores de ‘O rei dos musicais’, apelido que ele aprendeu a gostar. "Afinal é uma forma de dizer com carinho que sou requisitado. O que eu não acho nada ruim!”, afirma o make-up designer.

E o reconhecimento pelo belo trabalho não para por aí. Bueno acaba de receber a indicação ao prêmio Bibi Ferreira como 'melhor visagismo' - por ter assinado 'Hebe - O Musical'. “Estou muito feliz! Desde a criação do prêmio eu vinha brigando pela categoria de visagismo. Fiquei feliz quando no ano passado esse tema passou a fazer parte das categorias criativas. Tenho muito carinho pelo [prêmio] Bibi, pois acompanho a luta do Marllos Silva em viabilizá-lo e do carinho e respeito que ele tem pelo prêmio e pelos profissionais da classe. Por isso, tudo bem que demorou para colocar essa categoria!”, comemora o profissional.
Visagista fala sobre a maquiagem artística por trás dos espetáculos teatrais Visagista fala sobre a maquiagem artística por trás dos espetáculos teatrais Reviewed by Redação on 9/13/2018 03:37:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-