Orientação pessoal ajuda as pessoas a se reconectarem consigo mesmas

Segundo especialista, as mudanças e resultados acontecem de maneira prática e rápida

Da Agência Telenotícias

(Foto: divulgação / Wanessa Moreira)
Wanessa Moreira é orientadora pessoal e Master Mentoring
 em Coaching Corpo e Mente
Em um mundo de constantes mudanças, seja no ritmo de vida ou até mesmo nas relações pessoais e de trabalho, não é difícil acordar e ter a sensação de estar perdido. Nesse sentido, surgem novas profissões, que buscam atenuar ou resolver os problemas do cotidiano do ser humano. Ajudar as pessoas a se reconectarem consigo mesmas, por exemplo, é a premissa do método de coaching desenvolvido pela orientadora pessoal Wanessa Moreira, baseado em uma terapia que envolve o corpo e a mente.

De acordo com ela, a pessoa deve buscar a orientação pessoal quando estiver vivendo um incômodo, que pode ser físico ou emocional. “Ela [a pessoa] percebe que precisa realizar mudanças na maneira de perceber a vida. Mas também pode buscar essa orientação quando está em uma boa fase e quer ampliar o que está vivendo, melhorar a sua performance emocional e de realização”, explica.

Para Wanessa Moreira, a orientação pessoal pode ajudar, inclusive, a tratar quadros de depressão. “A depressão sinaliza processos de irritação, raiva de muitas situações vividas no passado e que foi levando a um distanciamento da sua conexão com a sua melhor frequência. Trabalhar esses padrões de sobrevivência e trazer um novo significado para gerar movimento, pode impulsionar a pessoa novamente para uma rota saudável de pensamento e de vida”, diz.

Ainda, segundo a especialista, o foco desse trabalho é o que temos de muito importante: o nosso tempo de vida. “Como fazer dessa experiência que é a nossa vida algo mais leve, incrível e que esteja alinhado com o que queremos vivenciar? Um especialista em cuidar de pessoas sempre vai auxiliar alguém a ter uma outra percepção do contexto vivenciado, trazendo novos ângulos, auxiliando a pessoa a viver esse processo, para que ela esteja mais disponível para ela mesma”, afirma.

Nesse processo de ajudar as pessoas, Wanessa já realizou mais de 20 mil atendimentos ao longo da carreira como orientadora pessoal. “Iniciei com a fisioterapia, na sequência fiz mestrado em clínica médica pela Unesp, e me encantei após estar em Xiamem, na China, onde me aprofundei em Medicina Chinesa. Trabalhei com acupuntura e fui ampliando o meu conhecimento para tratar os padrões emocionais. Fiz pós-graduação em psicologia transpessoal, e com a física quântica costurei minha abordagem e maneira de atuar, onde chamo hoje de orientação pessoal”, complementa.

Segundo a especialista, em média são necessários 3 encontros para quem busca orientação pessoal. “Indico três sessões para ter um caminho de início, meio e fim para tratar de algo específico. As mudanças e resultados acontecem de maneira prática e rápida. Há quem fica por mais tempo, pois vai tendo as mudanças e aprendendo com o processo de orientação, e assim passa a colocar essa prática como parte de sua vida, virando um processo semanal. Porém, mais do que uma opção de “tratamento”, é uma maneira de olhar para a vida, como novas rotas de pensamento e realização”, conclui Wanessa Moreira, que também criou um site para facilitar a compreensão do seu processo de trabalho. Para mais informações, acesse: www.wanessamoreira.com.

Serviço:
http://www.ondasdepossibilidades.com.br
http://www.coachingcorpoemente.com.br
Orientação pessoal ajuda as pessoas a se reconectarem consigo mesmas Orientação pessoal ajuda as pessoas a se reconectarem consigo mesmas Reviewed by Redação on 4/16/2018 05:01:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-