Com classe, ‘Antes Que Tudo Desapareça’ homenageia ficções dos anos 50

Filme é dirigido por Kiyoshi Kurosawa, considerado mestre do terror japonês

Crítica | Por Thiago Mendes
thiagomendes@portaltelenoticias.com

(Foto: divulgação)
Alienígenas extraem “conceitos” da mente de outros humanos, privando-os destas ideias e sentimentos

No final dos anos 1940 e, principalmente, ao longo dos anos 50, pipocaram de todos os lados ficções científicas que exploravam o medo e a desconfiança que a Guerra Fria causava ao mundo. A iminência de um colapso nuclear, a corrida pela conquista espacial e as práticas de espionagem renderam dezenas de filmes que abordavam esses temas materializando toda essa tensão em forma de monstros e extraterrestres que ameaçavam a humanidade.

É bem verdade que, não raro, tratavam-se de produções de baixo orçamento, com efeitos especiais toscos, interpretações questionáveis, e daí por diante. Não é o caso de ‘Antes Que Tudo Desapareça’, é bom afirmar. Aqui, o diretor Kiyoshi Kurosawa (‘Creepy’, 2016) imprime sua classe e sutileza habituais ao nos contar sobre três alienígenas que vem à terra preparar uma invasão em massa de seus pares, cuja ideia inclui a dizimação de toda a raça humana. Esses ETs interagem tomando posse dos corpos das pessoas, a fim de facilitar a preparação do plano.

(Foto: divulgação)
O jornalista Sakurai (Hiroki Hasegawa, à esq) ajuda os alienígenas
Akira (Yuri Tsunematsu) e Amano (Mahiro Takasugi)
A trilha sonora de Yûsuke Hayashi, pomposa e multi-instrumental, bebe diretamente na fonte daquelas ficções. A música evidencia, assim, a intenção de Kurosawa em transitar nos limites entre suspense e paródia, como forma de explicitar a referência a esses filmes -algo que o diretor realiza com equilíbrio e destreza. A associação com as ficções catastróficas de décadas atrás, por sinal, vem em momento propício, considerando os atuais entreveros envolvendo Coreia do Norte, EUA, Rússia e Síria, que deixam milhares de pulgas atrás da orelha de qualquer um.

Numa ideia interessante, advinda da peça de Tomohiro Maekawa que inspira o filme, mais do que os corpos, os alienígenas extraem “conceitos” da mente de outros humanos, privando-os destas ideias e sentimentos. Um prato cheio para Kurosawa, que costuma inserir em seus filmes questionamentos a respeito da sociedade contemporânea. Note a felicidade que um homem sente ao perder completamente a noção de “propriedade”, tomada por um dos invasores. Ou o diálogo que se sucede quando a ideia de “trabalho” é retirada do chefe autoritário.

(Foto: divulgação)
Narume e Shinji Kase (Masami Nagasawa e Ryûhei Matsuda)
possuem a chave para salvar a terra
Kurosawa tem sido considerado o mestre do terror japonês, mas não deveria. Reduzir sua maestria a um único gênero é enxergar de maneira limitada sua enorme competência e talento. ‘Antes Que Tudo Desapareça’ trata-se de mais uma aula de sensibilidade por detrás da câmera, advinda de um cineasta que é, antes de tudo, um cara que, no fim das contas, acredita na humanidade.

Se em ‘A Guerra dos Mundos’ (1951, baseado na obra de H.G. Wells e refilmado por Spielberg em 2005) o problema se resolve através da simplicidade biológica de uma bactéria, e em ‘A Chegada’ (2016) a resolução reside na racionalidade da comunicação, ‘Antes Que Tudo Desapareça’, embora de certa forma previsível, traz uma solução igualmente simples para a raça humana, mas de ordem mais filosófica. E certamente mais romântica, algo que não se esperaria de um “mestre” unicamente do terror, senão de um mestre em pleno domínio de sua arte.

Veja o trailer:
Antes Que Tudo Desapareça (Sanpo Suru Shinryakusha) - Japão, 129 min, 2017
Dir.: Kiyoshi Kurosawa - Estreou em 12/4.

As opiniões expressas nessa coluna são de inteira responsabilidade do autor e não refletem necessariamente a opinião do Portal Telenotícias.
Com classe, ‘Antes Que Tudo Desapareça’ homenageia ficções dos anos 50 Com classe, ‘Antes Que Tudo Desapareça’ homenageia ficções dos anos 50 Reviewed by Thiago S. Mendes on 4/13/2018 04:12:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-