Cinco mitos e verdades sobre depilação

Dermatologista esclarece dúvidas sobre os métodos que existem no mercado

(Foto: divulgação)
O ato de depilar faz com que se tenha um trauma na pele e isso pode
levar a uma produção maior de pigmentos no local,
além da possibilidade de foliculite
Quem nunca teve aquela dúvida na hora de escolher o melhor procedimento na hora de acabar com aqueles pelinhos indesejados? A doutora Raquel Rangel, dermatologista parceira da Beryllos, única rede de cuticularia e serviços avançados de fotodepilação, esclarece alguns mitos e verdades que ainda são muito comuns. Confira abaixo:

1) Antes dos 18 anos não é indicado fazer qualquer procedimento de depilação.
Mito. Apenas indicamos que seja a partir da puberdade, que ocorre geralmente aos 12 anos, idade onde a presença dos pelos em excesso pode causar um incomodo muito grande e podem ser removidos sem problemas.

2) O método de fotodepilação é menos agressivo do que utilizar cera.
Verdade. A fotodepilação ajuda a destruir lentamente as células que produzem os pelos através do aumento de temperatura na região, não gerando o trauma causado pela depilação com ceras, por isso o procedimento é considerado menos agressivo.

3) A depilação com cera quente pode manchar ou escurecer a pele.
Verdade. O ato de depilar faz com que se tenha um trauma na pele e isso pode levar a uma produção maior de pigmentos no local, além da possibilidade de foliculite, o que pode estimular o escurecimento no local onde foi feito a depilação. Mas também é necessário tomar cuidado com a exposição ao sol quando é realizado a fotodepilação que também pode manchar a pele.

4) Utilizar a lâmina pode engrossar os pelos.
Mito. O bulbo do pelo jamais irá produzir um pelo mais ou menos espesso porque foi cortado com lâmina. O que acontece é que o pelinho não tem a mesma espessura em toda sua extensão e quando depilado rente a pele a pontinha que aparece primeiro é onde ele encontra-se mais espesso, dando a impressão de que se tornou mais grosso.

5) Usar filtro solar nas áreas depiladas expostas ao sol previne manchas.
Verdade. O filtro solar deve ser usado em todo o corpo diariamente, mas além desse hábito diário, temos que dobrar a atenção após a depilação. Devido a luz do sol ou do ambiente, pode ocorrer o escurecimento da pele, por isso após o ato de depilar a pele está mais sensível e é importante usar o protetor solar assim que fizer a depilação nas áreas que ficarão expostas ao ambiente.

Fonte: Grupo Cetro
Cinco mitos e verdades sobre depilação Cinco mitos e verdades sobre depilação Reviewed by Redação on 10/24/2017 05:41:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-