Tribunal rejeita pedido da defesa de Lula de suspeição do juiz Moro

Advogados do petista tinham argumentado que Moro ordenou conduções coercitivas e interceptações telefônicas ilegais

De Porto Alegre
Daniel Isaia │ Correspondente da Agência Brasil

(Foto: Pedro de Oliveira/ ALEP)
(Foto arquivo) O juiz Sérgio Moro é o responsável pelo julgamento dos processos da Operação Lava Jato
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), com sede em Porto Alegre, rejeitou a alegação da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que o juiz federal Sérgio Moro seria suspeito para seguir julgando os processos da Operação Lava Jato. A exceção de suspeição foi julgada ontem (26) e indeferida.

A defesa de Lula havia argumentado que Moro ordenou conduções coercitivas e interceptações telefônicas ilegais, além de ter levantado ilegalmente o sigilo profissional dos advogados do petista ao grampear seus telefones.

Para o desembargador João Pedro Gebran Neto, relator do caso, "a simples verificação dos pressupostos necessários à instauração de medidas cautelares não permite dizer que o julgador seja suspeito ou esteja impedido de continuar na lide". Para ele, a atuação de Moro está restrita ao cotidiano jurisdicional.

Quanto aos grampos telefônicos dos advogados do ex-presidente, Gebran afirmou que o terminal estava registrado em nome da empresa Lils Palestras, pertencente à Lula, e não de um escritório de advocacia.

A defesa do petista tentou invalidar a decisão do TRF4 por apontar o próprio desembargador Gebran como suspeito, por ter relacionamento pessoal com o juiz Moro. O recurso, no entanto, foi rejeitado pelo desembargador federal Victor Luiz dos Santos Laus.


Tribunal rejeita pedido da defesa de Lula de suspeição do juiz Moro Tribunal rejeita pedido da defesa de Lula de suspeição do juiz Moro Reviewed by Redação on 10/27/2016 06:30:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-