Especialista dá 10 dicas para quem deseja estudar sozinho


Saber como estudar individualmente potencializa a absorção do conteúdo

(Foto: Getty Images)
É preciso separar um espaço da casa para estudar, com mesa,
cadeira e iluminação adequada, explica especialista
Com a expansão da modalidade educação a distância e com a evolução tecnológica, uma mudança de atitude na hora aprender e se capacitar se faz necessária: desenvolver o hábito de estudar sozinho. Muitas pessoas ainda não optaram pela EaD exatamente porque não acreditam que podem adquirir a disciplina para concluir os estudos de forma independente, fora da sala de aula tradicional e sem o professor presente o tempo todo. No entanto, isso é possível! O diretor do Instituto Monitor, Eduardo Alves, dá dez dicas de como o aluno pode melhorar o rendimento estudando individualmente.

1) Disciplina é a palavra chave, por mais comum que seja ouvir isso, a pessoa precisa reservar uma hora do dia, de preferência a mesma, para estudar e fazer as tarefas propostas pelo curso escolhido. “Com o tempo, isso se torna um hábito e estudar começa a fazer parte da sua rotina naturalmente”, explica Alves.

2) Descobrir de qual forma aprende mais. “Cada pessoa tem um perfil, alguns aprendem só fazendo exercícios, outros lendo, outros tem memória fotográfica ou gostam de pesquisar mais coisas sobre o assunto por conta própria. Ao identificar o seu modo mais eficaz de aprendizagem, invista parte do seu tempo nisso”, aponta o diretor.

3) Organizar o tempo de estudo. É importante se dedicar mais às disciplinas que tem dificuldade, mas não foque apenas nisso, pois se torna cansativo.  “A ideia é dividir o tempo e reconhecer quanto precisa de empenho em um conteúdo para absorvê-lo”, afirma Alves.

4) Usar a tecnologia em seu favor. “A Internet pode ajudar a tirar a concentração do aluno, mas também é uma excelente fonte de conteúdo. “O acesso a vários sites possibilita a construção de um pensamento independente”, explica o diretor.

5) Autoconhecimento, identificar as próprias limitações colabora com o autodesenvolvimento. “O aluno só não pode se isolar de todos para não perder o grau comparativo. Por isso, a EaD utiliza diferentes plataformas, como chats, fóruns, plantões de dúvidas, para o estudante não perder a dimensão do outro”, explica Alves.

6) Respeitar a si mesmo. Dormir bem, não ir além do limite do corpo. “Nós sabemos que a EaD é uma escolha, principalmente, de quem já tem uma rotina de trabalho. Então, cada um tem que saber até onde pode ir, quando o cansaço for maior, tem que descansar porque a produtividade não é a mesma”, aconselha.

7) Estude em um ambiente favorável. É preciso separar um espaço da casa para estudar, com mesa, cadeira e iluminação adequada. “Ler deitado na cama não é aconselhável nem para a leitura de um livro de ficção, quanto mais para estudar”, alerta.

8) Crie metas próprias. Cada estudante tem que ter um foco, um objetivo diário. “As metas não precisam ser audaciosas, pode ser a realização de um número determinado de exercícios, a leitura de alguns capítulos, coisas pequenas que podem ser aumentadas gradualmente”.

9) Faça um resumo do que estudou no dia. “No fim de cada período de estudo, anote o que aprendeu no dia, isso pode ajudar a reter o conteúdo, além de ser útil como revisão do que estudou antes das avaliações”, destaca Alves.

10) Relaxe. Sair e se distrair com responsabilidade também deve fazer parte dos planos de estudo.

Fonte: Dezoito Comunicação
Especialista dá 10 dicas para quem deseja estudar sozinho Especialista dá 10 dicas para quem deseja estudar sozinho Reviewed by Redação on 12/04/2014 08:22:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-