Pet com halitose: saiba como evitar


Além de descuido na higiene bucal, o mau hálito pode indicar alguma enfermidade no animal

(Foto: divulgação)
 Tratamento pode variar entre uma simples limpeza dos tártaros
dentários até a extração dos dentes, diz especialista
Considerado por muitos donos como algo normal na vida do animal de estimação, o mau hálito não deve ser tratado como algo comum por quem tem um pet em casa. Existem diversas enfermidades que podem causar a halitose (nome técnico da doença), desde gengivite e dente cariado, até diagnósticos mais graves, como enfermidades renais, respiratórias ou gastrointestinais.

Segundo Ana Carolina Corrêa, sócia-franqueada e médica veterinária da farmácia para animais DrogaVET, 90% dos casos acontecem por um descuido na higiene bucal do animal. "Geralmente, a escovação é suficiente para a grande maioria das enfermidades, que causam a halitose, mas existem medidas paliativas no mercado, como enxaguantes bucais e comprimidos de clorifila, facilmente manipuláveis, que diminuem o odor", explica a especialista.

É preciso que o proprietário adquira o hábito da escovação, para auxiliar na detecção antecipada de algum problema mais grave. Existem, no mercado, materiais específicos para a higiene bucal para cães e gatos, que evitam problemas futuros. Não é recomendado o uso de pastas dentárias convencionais, pois contém flúor e podem causar intoxicação aos animais. Embora pareça simples, o ato da escovação necessita cuidados: "Procure um especialista para aprender como e quando iniciar a escovação, de maneira que, o seu pet, se acostume com o contato diário e sinta como se fosse prazeroso", alerta Ana Carolina Corrêa.

Caso o problema persista, será necessário realizar uma consulta com um veterinário para averiguar a causa primária da doença. O tratamento pode variar entre uma simples limpeza dos tártaros dentários até a extração dos dentes. "O alerta vale tanto para cães, como para os gatos. Embora, normalmente, os felinos apresentem uma disposição menor ao problema, devido a alimentação mais sólida, que ocasiona maior atrito entre os dentes e diminui a formação das placas bacterianas, os bichanos também podem vir a ter halitose", alerta a médica Ana Carolina.

Fonte: Céu Comunicação
Pet com halitose: saiba como evitar Pet com halitose: saiba como evitar Reviewed by Redação on 9/29/2014 05:37:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-