Apenas 10% dos cachorros e gatos no brasil são castrados


Esterilização é uma das alternativas para romper o ciclo do abandono e controlar zoonoses

 (Foto: Getty Images)
Somente no Brasil existem mais de 30 milhões de animais abandonados
Uma amostragem realizada pela ARCA Brasil, ONG de proteção e bem estar animal aponta que no Brasil apenas 10% dos cachorros e gatos são castrados. Outro dado, igualmente preocupante, é quanto ao número de animais abandonados no país.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, somente no Brasil existem mais de 30 milhões de animais abandonados, entre 10 milhões de gatos e 20 milhões de cães. Em cidades de grande porte, para cada cinco habitantes há um cachorro. Destes, 10% estão abandonados. No interior, em cidades menores, a situação não é muito diferente. Em muitos casos o numero chega a 1/4 da população humana. Os dados foram divulgados no maior site de noticias sobre animais, o ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais).

A relação desses dois fatos é preocupante: os animais se reproduzem em progressão geométrica, sendo assim, cachorros não castrados podem gerar cerca de 60 mil filhotes em apenas sete anos, enquanto os gatos podem alcançar o número de 420 mil novos animais no mesmo período. Lembrando que estes filhotes geram novos animais, e assim por diante. Explica, o veterinário Ricardo Lucas.

(Foto: divulgação)
Procedimento da castração química é indolor ao animal, conforme
comprovado por estudos realizados pela USP e UNESP
Para o especialista, todo tipo de castração, seja ela cirúrgica ou química, é a principal forma de conter a super população.  O veterinário defende em especial a castração química em cães, já que os custos são menores e o bem estar do animal é garantido. "Pelo menos 50 prefeituras utilizam o procedimento aqui no Brasil. Campanhas de esterilização feitas com o produto chamado Infertile podem ser realizadas em campo, junto com a vacinação contra a raiva, por exemplo. Outra vantagem é o custo, cerca de 70% mais barato do que uma cirurgia tradicional, ou seja, é possível castrar três animais quimicamente com o mesmo valor.

Vale ressaltar que o Infertile funciona apenas em cães machos. A partir dos três meses de vida o animal já pode receber o medicamento. Basta uma única aplicação, dentro de uma a quatro semanas ele torna-se estéril.  “Trata-se de uma solução injetável cujo agente fundamental é o zinco, um mineral que altera as células que produzem os espermatozóides.  O procedimento é indolor ao animal, conforme comprovado por estudos realizados pela USP e UNESP", explica Ricardo Lucas.

(Foto: divulgação)
Medicamento utilizado na castração química
Outra grande vantagem da utilização dessa injeção é que o animal não passa por um pós-operatório - já que não se trata de um procedimento cirúrgico, e dada a segurança comprovada do método.

Após serem castrados, o comportamento dos bichanos tende a ser mais calmo e sociável, e ainda evita que os machos demarquem território e escapem para ir atrás de fêmeas no cio e se percam.

Ao contrário do que se acredita, a esterilização é um ato de posse responsável e só traz benefícios ao animal e a população de um modo geral, uma vez que evita que ele procrie, além de não permitir que se exponha a diversas doenças infectocontagiosas, doenças alérgicas, doenças do metabolismo, problemas articulares e traumas causados por atropelamentos ou brigas.

Fonte: Economídia
Apenas 10% dos cachorros e gatos no brasil são castrados Apenas 10% dos cachorros e gatos no brasil são castrados Reviewed by Redação on 5/02/2014 01:44:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-