Saiba mais sobre a 'cirurgia plástica de glúteos'


Procedimento ajuda a dar novo contorno e deixa-lo mais atraente

(Foto: Getty Images)
Imagem ilustrativa
Não há como negar que o bumbum é uma paixão nacional, pois eles constituem um dos principais elementos da beleza do contorno corporal e da sexualidade. O olhar masculino não resiste quando vê uma mulher com um bumbum bem arredondado, firme e empinado. As mulheres, por sua vez, fazem de tudo para deixar a região dos glúteos exatamente assim, digna de dar torcicolo em qualquer homem.

E exibir um glúteo perfeito virou uma ideia fixa para boa parte do publico feminino, que recorre aos tratamentos estéticos para deixa-los com um contorno mais harmônico. Dentre os procedimentos escolhidos encontra-se a Gluteoplastia – cirurgia plástica de glúteos – com o objetivo de aumentar e/ou remodelar as nádegas e obter um resultado mais definitivo.

De acordo com Dr. Laercio Guerra Garcia Júnior, especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBPC), este tipo de cirurgia tem apresentado aumento de procura nos últimos anos e é indicada para pacientes com nádegas pequenas, musculatura glútea retraída ou que desejam um aumento de volume dos glúteos para melhor contorno corporal, firmeza e rejuvenescimento.

Um dos recursos utilizados é a colocação de implante de silicone adequado dentro do músculo do bumbum. “Cada paciente apresenta características diferenciadas com relação ao tamanho e ao volume de seus glúteos, bem como a relação das nádegas com o restante do corpo, principalmente o quadril e as coxas. Durante a avaliação, o cirurgião plástico observará a harmonia do conjunto e realizará um minucioso exame físico para indicar o volume e formato da prótese que proporcionará o melhor resultado estético para o paciente”, relata Dr. Garcia Júnior.

Escolha do tamanho

Para a escolha ideal do tamanho dos implantes glúteos de silicone, o especialista esclarece que cabe ao paciente explicar quais são suas expectativas sobre o resultado e o que deseja obter com a Gluteoplastia. “Há diversos tamanhos disponíveis de prótese de silicone para os glúteos, com formas e projeções diferentes, para que o cirurgião plástico possa adaptar corretamente à estrutura do paciente que deseja realizar esta cirurgia plástica. Os tamanhos dos implantes devem ser escolhidos segundo o tamanho da pélvis e biotipo do paciente. Próteses grandes em localizações intramusculares apertadas podem atrofiar a musculatura”.

Quanto ao formato há próteses ovais e redondas e suas projeções (altura) também podem variar. Cada modelo é indicado conforme as características do bumbum da paciente. O conteúdo das próteses é de gel de silicone de alta coesividade e seu  revestimento também pode variar, sendo texturizado (rugoso) ou liso.

Por ser elaborada com silicone de alta coesividade, a prótese de glúteo se mostra resistente para suportar pressões, como mergulhos, viagens de avião ou mesmo o simples ato de se sentar. Em casos de impacto extremamente forte no local, geralmente resultante de um acidente grave, a prótese pode se romper. Entretanto, pela tecnologia aplicada ao gel, o silicone não extravasa para o corpo e nem causa problemas de saúde.

“As próteses glúteas, da mesma forma que as próteses mamárias, evoluíram muito nos últimos anos e proporcionam resultados cada vez mais naturais e com índice de complicações cada vez menor aos pacientes”, explica o cirurgião plástico de São Paulo.

Resultado x cicatriz

Qualquer procedimento invasivo deixa cicatrizes. Para a cirurgia de inclusão de prótese glútea, a cicatriz fica em um local bem disfarçado, em um sulco natural existente na região superior dos glúteos (logo abaixo do cóccix). “A cicatriz é pequena – mede aproximadamente sete centímetros - e possui uma qualidade muito boa, que somada à sua localização escondida a torna pouco perceptível”.

Como o objetivo da cirurgia é modelar as nádegas e, ao mesmo tempo, arredondar, firmar e rejuvenescer, o resultado da colocação do implante glúteo é muito natural quando se utiliza uma prótese que seja proporcional às medidas da paciente. “Em geral não fica visível que a paciente passou por esta cirurgia, nem muito menos palpável, já que ela está colocada dentro do músculo”.

O especialista descreve ainda que o efeito da Gluteoplastia de aumento pode ser visto imediatamente. “No entanto, os resultados finais só aparecem após a redução do edema, que pode levar até seis meses”.

Troca x outros procedimentos cirúrgicos

A necessidade de troca da prótese de glúteo é semelhante ao que ocorre com a prótese mamária, ou seja, precisa ser trocada somente em caso de ruptura.  Na opinião do médico não há necessidade de troca se a prótese estiver íntegra, apenas por ter transcorrido um determinado tempo desde a sua implantação. “A integridade dela pode ser avaliada com uma ultrassonografia e confirmada com uma ressonância magnética”.

Outro ponto interessante da cirurgia de colocação de prótese de glúteo é que ela pode ser associada a outros procedimentos de cirurgia plástica, desde que não interfiram com as orientações de pós-operatório, em que a paciente deve permanecer sem apoio sobre os glúteos nos primeiros dias.

O cirurgião plástico explica que há também a lipoenxertia em glúteos para aumento e remodelamento dos glúteos. “Muito comum, essa cirurgia é de recuperação mais simples, porém nem sempre se consegue volumes comparáveis ao de uma prótese de silicone. A associação de inclusão de próteses de glúteo com a lipoenxertia em glúteos também é possível para casos específicos”.

A inclusão de preenchimentos definitivos em grande quantidade para aumento glúteo é algo que deve ser evitado, já que as complicações são muito comuns e muitas vezes graves.

Cuidados no pós-operatório

O pós-operatório desta cirurgia costuma ser um pouco mais trabalhoso que a cirurgia de prótese mamária, uma vez que há cuidados especiais que devem ser tomados e por conta de uma distensão das fibras musculares do glúteo que leva à dor. “Entretanto, esta dor costuma ceder com analgésicos e anti-inflamatórios comuns”, descreve o especialista.

Em relação aos cuidados que o paciente deve ter no pós-cirúrgico, é primordial obedecer às instruções médicas, que são: não sentar sobre as próteses nos primeiros dias, deitar somente na posição de bruços ou de lado durante 7 dias, cuidar da higiene das nádegas e fazer os curativos como orientado pelo médico.

“Os pontos são retirados com 14 dias e a partir desse período as atividades normais podem ser gradualmente retomadas”, finaliza o cirurgião plástico.

Fonte: Prestige Assessoria de Comunicação
Saiba mais sobre a 'cirurgia plástica de glúteos' Saiba mais sobre a 'cirurgia plástica de glúteos' Reviewed by Redação on 3/25/2014 04:00:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-