Queimadura solar merece atenção e cuidados especiais


Queimaduras podem favorecer o aparecimento do câncer de pele e devem ser evitadas

(Foto: Getty Images)
O filtro solar deve ser reaplicado a cada duas ou três horas e deve-se
aplicar de 15 a 30 minutos antes da exposição solar
Que a superexposição à radiação ultravioleta (UV) dos raios solares pode causar queimaduras na pele a maioria das pessoas já sabe. O que muitos desconhecem é que a queimadura solar, a longo prazo, pode contribuir para o desenvolvimento do câncer de pele. Por isso, alguns cuidados são importantes durante o verão e a prevenção é fundamental.

De acordo com Dra. Carolina Marçon, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, "essa condição ocorre quando a radiação UV incidente excede a capacidade de proteção da melanina da pele. As concentrações deste pigmento variam bastante entre as pessoas. Pessoas de pele escura têm mais melanina do que aquelas de pele mais clara. Consequentemente, a incidência de queimadura solar em indivíduos de pele escura é menor". A dermatologista explica que tipicamente há uma vermelhidão inicial na pele, seguida por vários graus de dor, ambos proporcionais em severidade à duração e intensidade da exposição. "Após a exposição, a pele pode ficar vermelha em duas a seis horas. A dor geralmente é mais forte de 6 a 48 horas depois da exposição. A queimadura continua a se desenvolver por 24 a 72 horas seguida por uma descamação da pele em três a oito dias. Descamação e coceira podem conti nuar a ocorrer durante várias semanas."

(Foto: reprodução / denisesteiner.com.br)
Dra. Carolina Marçon
Os sintomas mais comuns da queimadura solar incluem fraqueza, dor, edema, coceira e/ou escamação da pele, náusea e febre. As queimaduras solares podem ser de 1º ou 2º grau e em casos mais sérios pode haver o aparecimento de bolhas que necessitará de cuidados médicos. Dra. Carolina ressalta que uma vez que a pele já sofreu a queimadura solar, nada sera capaz de reverter o prejuízo imposto à pele. "Todo e qualquer tratamento visa apenas o alívio dos sintomas. Ao contrário do que algumas propagandas divulgam, não adianta nada passar hidratantes depois de se queimar com a promessa de manter a pele bonita. O hidratante apenas trará conforto e alívio para a sensação de ressecamento que se segue, mas o mal já está feito, e mais um degrau do envelhecimento cutâneo foi subido."

A queimadura solar pode ser evitada por meio da prática de medidas adequadas de fotoproteção e com a limitação do tempo de exposição solar, especialmente durante o período de 10h às 16h. A médica reforça também que é recomendável consultar o índice de UV para determinar o nível de proteção que é necessária. "Boas formas de proteção incluem ouso de camisas de manga longa, chapéus com abas, bonés e sombrinhas quando ao sol, além do uso de protetores solares. O filtro solar deve ser reaplicado a cada duas ou três horas e deve-se aplicar de 15 a 30 minutos antes da exposição solar. Outro método de proteção são as roupas de proteção solar que são um conceito relativamente novo nos Estados Unidos e classificadas através do Fator de Proteção Ultravioleta. Semelhante à graduação FPS dos filtros solares, uma vestimenta com FPU 30 bloqueia 96.7% dos raios UV."

Uma vez que a pele já sofreu a queimadura, nada sera capaz de reverter a ação prejudicial causada pelo sol. De qualquer forma, em caso de queimaduras solares intensas, algumas medidas podem ser tomadas para diminuir a dor e a incômoda sensação de calor:

Para combater o calor use o frio: banhos frios de imersão oferecem bastante alívio;

Produtos refrescantes e calmantes contendo calamina, cânfora, mentol, azuleno e aloe vera podem auxiliary a diminuir a sensação da pele queimada;

Para a face, compressas frias com chá de camomila fraco podem ajudar;

Casos mais intensos podem necessitar de corticosteroides de uso tópico associados a alguns tipos de anti-inflamatórios e analgésicos. Estes medicamentos devem ser indicados por um médico dermatologista de acordo com cada caso;

Nunca queimar novamente a pele que acabou de descascar: se acabou de descascar, proteja-se intensamente do sol, pois a pele descascada está mais fina e muito mais sensível. O dano causado será ainda maior do que o normal. Se você está de férias, já descascou e quer voltar à praia, use filtros solares de alta proteção, preferindo os bloqueadores solares que contenham filtros físicos (deixam a pele encoberta).

Fonte: Time Comunicação 
Queimadura solar merece atenção e cuidados especiais Queimadura solar merece atenção e cuidados especiais Reviewed by Redação on 2/18/2014 05:00:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-