Cresce o número de infartos entre jovens


Má alimentação, estresse e sedentarismo são os vilões; mudança nos hábitos pode ajudar na prevenção da doença

(Foto: Getty Images)
Imagem ilustrativa
O Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS) apontou um aumento de 13% no número de internações de jovens por infarto no último ano. O dado preocupa, pois, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), a doença é a maior causa de mortes no mundo, chegando a 17 milhões de vítimas no ano. No primeiro semestre de 2013, segundo dados do Ministério da Saúde, 427 pessoas entre 15 e 29 anos foram internadas com problemas cardíacos.

O Dr. Marcelo Rodrigues, cardiologista da Life Clínica, em Campinas, afirma que maus hábitos alimentares e estresse são algumas das causas do infarto e orienta sobre a prevenção da doença. “Muitos jovens, além de não se alimentarem direito, ficam muito estressados com a rotina de trabalho e estudo, além de não praticar exercícios físicos regularmente”, aponta.

As drogas também influenciam diretamente nas complicações do quadro. “Energéticos, bebidas alcoólicas, anabolizantes e outras substâncias estimulantes trazem um risco muito grande. Elas aumentam a frequência cardíaca e a pressão arterial”, explica o cardiologista.

Algumas mudanças nos hábitos podem contribuir para a melhora da qualidade de vida, além de minimizar os riscos do infarto. “Parar de fumar, alimentar-se corretamente e controlar doenças como hipertensão e diabetes são mudanças fundamentais”, recomenda.

Apesar do risco em qualquer idade, o médico explica que os adultos mais velhos desenvolvem mecanismos de defesa. Por isso, a mortalidade entre os jovens é ainda maior. “As veias são como canos e ocorre a vasodilatação, que é o aumento do diâmetro delas. O corpo do jovem ainda não tem essa capacidade de aumentar o diâmetro do vaso ou de abrir passagens colaterais”, exemplifica o especialista.

Alguns dos sintomas mais conhecidos são a dor no peito, dificuldade de respiração, fraqueza e tontura. Em caso de suspeita, o médico orienta como deve proceder aos primeiros socorros. “É preciso manter a vítima deitada, afrouxar as suas roupas e não dar nenhum medicamento, água ou alimento, pois ela pode vomitar. Feito isso, o resgate precisa ser chamado com urgência”. O socorro precisa ser rápido. “Quanto mais cedo a vítima for atendida, maiores as chances de recuperação”, alerta.

O infarto ocorre quando o fluxo de sangue para uma parte do coração é bloqueado por um tempo prolongado, podendo o músculo sofrer danos ou morrer.
Cresce o número de infartos entre jovens Cresce o número de infartos entre jovens Reviewed by Redação on 2/07/2014 10:30:00 AM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-