Conheça os tratamentos para rejuvenescimento facial


Cirurgião plástico comenta os principais procedimentos contra os efeitos da idade

(Foto: Getty Images)
Imagem ilustrativa
Se sua relação com o espelho por conta dos sinais da idade está um pouco conturbada e nem em pensamento você quer questionar o espelho recitando a famosa frase da madrasta dos contos de fada, saiba que é hora de tomar uma atitude. Com a idade adquirimos sabedoria, experiência, paciência e... rugas, marcas de expressão, manchas. Tudo é resultado da ação implacável do tempo e a gravidade não perdoa ninguém! Há perda do volume das maçãs do rosto, a pálpebra cairá mais cedo ou mais tarde e os pés de galinha se ainda não apareceram com certeza surgirão!

A boa notícia é que existem muitos tratamentos que podem amenizar esses efeitos e se você é daquelas que corre do bisturi pode ficar tranquila, pois os procedimentos  não invasivos estão no topo dos mais procurados e realizados em todo o mundo. E tem jeito para quase tudo, viu?  Basta você saber qual região do rosto precisa dar aquela “ajeitadinha”, procurar um profissional sério e competente, saber quais produtos e equipamentos estará utilizando e iniciar a “recauchutagem”. Para desvendar como funcionam e qual a finalidade dos tratamentos, o Portal Telenotícias entrevista o cirurgião plástico e membro/especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Dr. André Colaneri.
(Foto: arquivo pessoal)
Dr. André Colaneri
TN - A partir de qual idade os sinais começam a aparecer no rosto?
Dr. André Colaneri - Geralmente dos 30 a 35 anos já aparecem rugas de expressão. O sulco nasogeniano (bigode chinês) também começa a ficar marcado e sinais de flacidez e afinamento da pele iniciam. É uma boa hora para começar a pensar em toxina botulínica, preenchimentos e peelings.

TN - Quando devemos fazer a primeira “revisão” ou melhor intervenção? 
Dr. André Colaneri - Depende da pele de cada um. Geralmente depois dos 30 anos. Peles finas envelhecem mais cedo do que as grossas, e fumantes e quem toma muito sol também.

TN - O que é e onde podemos aplicar a toxina botulínica? Fale sobre as regiões do rosto onde são feitas as aplicações.              
Dr. André Colaneri - A toxina botulínica é um paralisante muscular. Pode ser usada em músculos não funcionais que geram rugas ao se contrair. Como na testa, entre sobrancelhas e pés de galinha.

TN - Bigode Chinês é corrigido com toxina botulínica?
Dr. André Colaneri - Não, o bigode chinês é corrigido com preenchimento

TN - Toxina botulínica é a mesma coisa que ácido hialurônico?
Dr. André Colaneri - Não, pois o ácido hialurônico é um preenchimento absorvivel.

TN - Quando e onde deve-se usar o ácido hialurônico?
Dr. André Colaneri - Pode ser usado em vincos ou depressões que precisem ser preenchidas ou locais que precisem aumentar o volume. Devido ao grande custo, são usados mais na face, onde se consegue resultados com pouco volume. Um aumento de mama seria possivel, mas o custo é alto e seria absorvido em 1 ano.

TN - Lábios estilo Angelina Jolie. O que existe atualmente para aumentar os lábios?
Dr. André Colaneri - Os preenchimentos são usados para os lábios. Podem ser absorvíveis ou não. Entre os absorvíeis estão o acido hialurônico e o hidrogel. O inabsorvível mais comum é o PMMA, porém ele é permanente.

TN - Onde é colocado o fio russo? Ele ainda existe ou já foi substituído?
Dr. André Colaneri - O fio russo pode ser usado em muitas áreas para suspensão, como face, glúteo entre outras. Recentemente chegou um fio mais seguro, o silhoette lift, que é absorvido mas causa uma fibrose no local, que faz perdurar o resultado.

TN - Peelings: Qual é indicado para peles maduras e como funcionam?
Dr. André Colaneri - Quanto mais profundo o peeling melhor o resultado em termos de retração da pele, manchas profundas e flacidez. Peles maduras precisam de peeling mais profundos, como o laser CO2 fracionado ou o fenol.

TN - Come evitar os exageros?
Dr. André Colaneri - Ter bom senso sempre ajuda a evitar exageros. A avaliação e os cuidados para ver se realmente a queixa do paciente existe e se é possivel melhorar é fundamental. Exageros geralmente aparecem em pacientes que querem fazer muitas aplicações ou já fizeram e que acabam extrapolando os limites do resultado natural. Cabe ao médico contraindicar um novo procedimento, visto que muitas vezes o paciente não nota que já está bom.

Fonte: Rojas Comunicação
Conheça os tratamentos para rejuvenescimento facial Conheça os tratamentos para rejuvenescimento facial Reviewed by Redação on 2/06/2014 05:00:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-