Desidratação interna 25 pessoas por dia em SP


Crianças e idosos são responsáveis pela maioria dos atendimentos

Levantamento realizado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo aponta que, em média, 25 pessoas são internadas por dia em hospitais que atendem pelo SUS no Estado por desidratação.

No primeiro semestre de 2013, foram internados 4.449 paulistas vítimas de desidratação. De janeiro a dezembro de 2012, foram realizadas 10.033 internações e registrados 473 óbitos em todo o Estado. As regiões que tiveram os maiores registros foram, respectivamente: Grande São Paulo com 1.451 internações, São José do Rio Preto com 1.156, e Baixada Santista com 1.041 casos.

Entre as principais vítimas de internação, estavam crianças de até 4 anos de idade, num total de 270 internações, e idosos com 762 registros no ano passado. O corpo humano perde água através do suor, respiração, lágrimas, urina e fezes, principalmente no calor, por isso, a ingestão de líquidos é extremamente necessária.

 “A desidratação ocorre quando a perda de água corporal não é reposta adequadamente”, explica Alysson Moraes Souza, médico no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) “Dr. Luiz Roberto Barradas Barata”, unidade da Secretaria localizada no bairro de Heliópolis, zona Sul da capital.

A ingestão insuficiente de líquidos, transpiração excessiva causada por exercícios físicos, calor ou febre também podem causar desidratação, assim como vômito, diarreia e diuréticos.

A falta de líquido no corpo pode causar, em adultos, fraqueza, tontura, cansaço, sonolência, aumento dos batimentos cardíacos e dores de cabeça. “Em casos mais graves, pode ocorrer redução acentuada da pressão arterial, parada da eliminação da urina, confusão mental, perda de consciência, convulsões, coma, falência de órgãos e até a morte”, diz o médico.

A desidratação pode ocorrer em qualquer idade, porém em crianças e idosos, pode evoluir gravemente. Nestes casos, a intervenção médica é indispensável.

A ingestão de líquidos é necessária para prevenir desidratação em qualquer época do ano, principalmente durante o verão, quando as pessoas costumam passar mais tempo ao ar livre, expostos ao sol.

Dicas para prevenir desidratação em viagens:

- Ingerir pelo menos 2 litros de água por dia;

- Beber somente água tratada, filtrada ou fervida;

- Preferir roupas leves, usar chapéus, bonés e sombreiros;

- Evitar exposição direta ao sol, especialmente nos horários mais quentes do dia;

- Fazer uso de bloqueador solar;

- Evitar prática de exercício físico intenso nos horários ou dias mais quentes;

- Monitorar crianças e idosos para garantir a ingestão adequada de líquidos e oferecê-los várias vezes ao dia, em pequenas quantidades e em intervalos curtos;

- Manter-se em ambientes arejados e com temperaturas amenas. Isso pode reduzir a perda de líquidos por meio do suor e da respiração;

- Para crianças de até 6 meses, o aleitamento materno exclusivo é a melhor maneira de garantir uma boa hidratação;

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo
Desidratação interna 25 pessoas por dia em SP Desidratação interna 25 pessoas por dia em SP Reviewed by Redação on 11/12/2013 03:22:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-