Cientistas desenvolvem “olho biônico” para curar cegueira


Placa de silicone recebe a imagem e a converte em sinais que estimulam o nervo da retina

(Foto: Getty Images)
Imagem ilustrativa
Pesquisadores israelenses e americanos da Universidade Stanford estão desenvolvendo um “olho biônico”, dispositivo movido a energia solar que estimula células nervosas do olho e pode curar da cegueira pessoas que sofrem de retinite pigmentosa, uma doença degenerativa na retina.

A pesquisa é financiada pela USAF (Força Aérea dos Estados Unidos) e tem o apoio da US National Institute of Health. Segundo os pesquisadores, liderados por Daniel Palanker – cientista israelense do Departamento de Oftalmologia de Stanford –, o dispositivo, uma placa de silicone super fina de 30 microns de espessura, é implantado por baixo da retina do paciente por meio de um procedimento cirúrgico simples. A placa inclui centenas de células fotovoltaicas que convertem luz solar em eletricidade.

Uma câmera externa é afixada a um par de óculos que capturam a imagem e, assim como o display ótico do Google Glass, projetam a imagem no olho e aumentam os níveis de luz.

A placa recebe a imagem e a converte em sinais que estimulam o nervo da retina. Daí em diante, o dispositivo atua como se fosse um olho humano, com as células nervosas enviando informações para o cérebro.

Fonte: Haaretz.com e Centro de Mídia Brasil-Israel
Cientistas desenvolvem “olho biônico” para curar cegueira Cientistas desenvolvem “olho biônico” para curar cegueira Reviewed by Redação on 7/16/2013 12:22:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-