Ansiedade pode levar a compulsão sexual


Estudo do Hospital das Clínicas da FMUSP indica que 72% dos pacientes com impulso sexual excessivo possuem comorbidades

(Foto: Getty Images) 
Imagem ilustrativa
Estudo realizado pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP aponta que 72% dos pacientes com diagnóstico de compulsão sexual possui pelo menos uma comorbidade psiquiátrica associada, a exemplo de Transtornos de Humor e Ansiedade.

Na primeira fase da pesquisa, publicada na revista Psychiatry Research, foi analisado um grupo de 86 homens com diagnóstico de comportamentos sexual compulsivo. Dentre eles, 26% eram gays, 17% bissexuais e 57% héteros. Não foi registrada diferença entre os grupos quanto ao grau de compulsividade e nem quanto a presença de co-morbidades psiquiátricas.

Entre os critérios para participar do estudo estavam praticar sexo cada vez mais intenso e frequente para se obter a mesma satisfação que havia no início do quadro, sentir mal-estar físico e/ou psicológico (abstinência) quando tenta diminuir ou evitar o sexo, ocupar o tempo com o sexo com outras pessoas ou masturbação, fracassar quando tenta controlar o comportamento sexual, gastar muito tempo e energia buscando o sexo, ocupar-se do sexo quando deveria trabalhar e continuar com o comportamento sexual mesmo percebendo que está sendo prejudicado, entre outros comportamentos.

“A maior parte dos pacientes, quando vêm buscar tratamento no IPq, apresentam alguma consequência negativa maior em suas vidas. Alguns chegam com dívidas, grande prejuízo financeiro, perderam um relacionamento afetivo importante ou contraíram alguma DST”, afirma Marco Scanavino, do Instituto de Psiquiatria do HC-FMUSP.

O trabalho, financiado pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), demonstra indícios de outros tipos de sofrimento mental. Do total de participantes, 22% preencheram critérios para risco de suicídio.

“Sintomas de ansiedade e de depressão, quando tratados, podem amenizar o descontrole sexual, para buscarmos um equilíbrio melhor”, explica o responsável pelo estudo.

A pesquisa agora entra na segunda fase, quando pessoas sem diagnóstico de compulsão sexual serão avaliadas, e passarão pelos mesmos exames e consultas pelos quais o primeiro grupo passou. Para isso, o HC está recrutando voluntários.

Os interessados podem se inscrever pelo e-mail ise.ipq.hc@gmail.com, pelo telefone 9-9922-2198 ou  pelo site www.compulsaosexual.com.br.

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo
Ansiedade pode levar a compulsão sexual Ansiedade pode levar a compulsão sexual Reviewed by Redação on 7/03/2013 03:30:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-