Solteiros aos 30, você sabe por quê?


Insegurança e fragilidade dificultam a busca por um relacionamento saudável, afirma especialista em comportamento humano

(Foto: Getty Images)
Imagem ilustrativa
Estar solteiro nem sempre é uma opção. A preocupação de encontrar alguém leva pessoas solteiras, que estão próximas ou já passaram dos 30 anos, a sofrerem uma condição de autojulgamento, cobrança e ansiedade. Acontece que muitos homens e mulheres pensam ter o tempo certo para um relacionamento acontecer e primeiro dedicam toda sua energia a realização profissional para só depois se envolver sério com alguém.

Num passado não muito longe os casais se casavam muito cedo. Nessa época a mulher tinha como objetivo principal casar para evitar a típica expressão “ficar para titia” e a carreira profissional ficava para um plano secundário. Dentro deste processo histórico onde a mulher, cansada da submissão, teve que lutar para crescer e conquistar o justo reconhecimento profissional e a independência financeira, acarretou mudanças profundas no modo de se relacionar afetivamente nesse novo tempo.

A coach de relacionamentos e especialista em comportamento humano Roselake Leiros afirma que os homens também sofreram com os novos formatos de relacionamento e com as mudanças comportamentais das mulheres; “eles com medo de se relacionar com uma mulher tão independente e forte se retraem, enquanto elas, com medo de voltar à submissão, também se retraem. E foi isso que acabou criando a relação afetiva cada vez mais superficial, sem vínculos e sem compromissos”.
(Foto: divulgação)
Roselake Leiros
Para a especialista, as pessoas que ficam muito tempo fugindo de relacionamentos ou apenas se relacionaram superficialmente, na hora que decidem fazê-lo seriamente, não flui de forma natural. “Ocorre que ao longo deste tempo, os pensamentos, falas e ações que as preservaram dos indesejados relacionamentos se tornaram verdadeiras muralhas invisíveis, que muitas vezes a simples decisão ‘agora eu quero me relacionar para valer’, não é suficiente para transpor”, explica.

Hoje homens e mulheres entre 28 e 38 anos, apesar de suas inseguranças e carências, querem um relacionamento sério. Para estes e para os mais novos que começam a vida, Roselake Leiros dá algumas dicas para criar relações afetivas mais seguras e saudáveis:

- Viva intensamente a vida em todos os seus contextos. Viva hoje o que a vida te traz de bom. Se permita amar, aprenda de cada momento, de cada relação e se desenvolva integralmente em todos os contextos da vida.

- Esteja aberto a novas experiências e confiando na troca justa, mantenha-se firme no propósito de ganha X ganha.

- Chega de competição, pare de olhar o outro como um concorrente ou adversário. Confie que ele está na sua vida para contribuir.

- Procure se relacionar com pessoas que valorizam as mesmas coisas que você.

- Troque as críticas por sugestões respeitosas e saiba reconhecer e aprender das coisas boas do outro.

- Cuide de sua postura, você quer admirar a pessoa com quem vai se relacionar, não é? Pois bem, seja sempre uma pessoa admirável também. Evite excessos.

- Utilize todo seu conhecimento para uma relação responsável e segura.

- Confie, respeite e seja verdadeiro. Construir essa base é um processo que requer consciência e disposição.

- Cheque suas crenças sobre homens, mulheres, relacionamentos afetivos, sexo, casamento, amor. Se o que você acredita se choca com o que você quer, o relacionamento não acontece. Essas crenças negativas são as barreiras invisíveis que bloqueiam seu relacionamento saudável. O fato de que tudo é bom, pois faz parte da vida e que você é livre para fazer suas escolhas sobre “o que, como, quando e quanto você quer as coisas”. Lembre que o outro também tem seus direitos e você deve respeitar e tudo pode se harmonizar a partir de uma comunicação verdadeira e respeitosa.

- Se você tem vivido sinceramente estas coisas e ainda assim está sozinha (o), não se desespere achando que você não tem mais tempo... Calma. Mantenha-se congruente, pensando sentindo e agindo adequadamente, pois a ansiedade só atrapalha. E quando você julgar necessário também pode procurar um processo de Coaching de Relacionamento para as compreensões e mudanças que vão garantir suas realizações na área afetiva.

- A solução para um relacionamento saudável está no comportamento de cada um. Homens e mulheres são diferentes, mas é necessário que ambos tenham consciência que devem dar o seu melhor ao outro. Buscar o autoconhecimento e manter uma comunicação sincera é essencial, pois ninguém constrói um relacionamento com inverdades.

Fonte: Agência Contatto
Solteiros aos 30, você sabe por quê? Solteiros aos 30, você sabe por quê? Reviewed by Redação on 6/14/2013 12:33:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-