Imigração ilegal: Acre decreta estado de emergência em municípios de fronteira


Da Agência Brasil

(Foto: Marcello Casal Jr./ABr)
Foto arquivo. Imigração ilegal tem crescido rapidamente,
o que preocupa autoridades estaduais do Acre
O governador do Acre, Tião Viana, decretou ontem (9) estado de emergência social nos municípios de Brasileia e Epitaciolândia. As duas cidades fazem fronteira com a Bolívia e são as duas principais portas de entrada de imigrantes ilegais haitianos e de outras nacionalidades.

O decreto foi publicado hoje (10), no Diário Oficial do estado. Viana pôs em “alerta máximo” as secretarias de Justiça e Direitos Humanos e a de Desenvolvimento Social. O objetivo é garantir instrumentos necessários para que as pastas desenvolvam ações emergenciais humanitárias nos dois municípios.

Pelo decreto, todas as demais secretarias e órgãos estaduais deverão priorizar as demandas apresentadas pelas pastas da Justiça e do Desenvolvimento social. Caberá à Secretaria de Saúde minimizar os riscos de contaminação por qualquer enfermidade da população de Brasileia e Epitaciolândia. Os imigrantes, a maioria transportados por coiotes (agenciadores de imigrantes ilegais), muitas vezes chegam ao Brasil com doenças típicas de regiões de clima tropical, como malária e febre amarela, o que põe em risco a saúde da população local.


Imigração ilegal: Acre decreta estado de emergência em municípios de fronteira Imigração ilegal: Acre decreta estado de emergência em municípios de fronteira Reviewed by Redação on 4/10/2013 12:30:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-