Chefes de Estado parabenizam o novo papa


Eleito papa, cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio, 76 anos, será chamado de Francisco

De Brasília
Luana Lourenço* │ Repórter da Agência Brasil

(Foto: Wikimedia Commons)
Jorge Mario Bergoglio, o papa Francisco
A presidenta Dilma Rousseff parabenizou hoje (13) o cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio, eleito novo papa, que será chamado Francisco. Em nota, Dilma diz que o Brasil “acompanhou com atenção” o conclave que levou à escolha do primeiro pontífice latino-americano.

“Em nome do povo brasileiro, congratulo o novo papa Francisco e cumprimento a Igreja Católica e o povo argentino. Maior país em número de católicos, o Brasil acompanhou com atenção o conclave e a escolha do primeiro papa latino-americano”, diz o texto.

Dilma diz que os católicos brasileiros aguardam com expectativa a vinda do pontífice ao Rio de Janeiro, em julho, para a Jornada Mundial da Juventude. O Brasil deverá ser o primeiro país a ser visitado pelo novo papa. “Esta visita, em um período tão curto após a escolha do novo pontífice, fortalece as tradições religiosas brasileiras e reforça os laços que ligam o Brasil ao Vaticano”.

Com 76 anos, Bergoglio é o primeiro papa latino-americano da história da Igreja Católica. É também a primeira vez que um jesuíta assume o posto mais alto do catolicismo.

Em mensagem, a presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, desejou que o novo pontífice tenha "uma frutífera tarefa pastoral" na condução e direção da Igreja Católica. "É nosso desejo que tenha, ao assumir a condução e direção da Igreja, uma frutífera tarefa pastoral desempenhando tão grandes responsabilidades em prol da justiça, da igualdade, da fraternidade e da paz da humanidade", diz a nota.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, também enviou "saudações afetuosas" ao novo papa. "Como o primeiro papa das Américas, sua escolha fala da força e da vitalidade de uma região que está cada vez mais influenciando o mundo. Junto com milhões de hispano-americanos, nós nos Estados Unidos compartilhamos a alegria deste dia histórico", expressou Obama, em seu próprio nome e em nome de sua esposa, Michelle Obama.

Para o presidente americano, "como um defensor dos pobres e dos mais vulneráveis, ele carrega a mensagem de amor e de compaixão que inspira o mundo há mais de 2 mil anos – que no rosto de cada um, vemos o rosto de Deus".

As autoridades da União Europeia pediram que o novo papa "defenda e promova os valores fundamentais da paz, solidariedade e dignidade humana". Em um comunicado conjunto, os presidentes da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, disseram esperar que Bergoglio "leve adiante, com determinação e força, o trabalho de seus antecessores para aproximar os povos e as religiões de todo o mundo".

O presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, destacou que o papa "tem uma oportunidade de renovação em uma época em que a Igreja Católica Romana enfrenta numerosos desafios", entre eles o "risco de entrar em uma espiral de materialismo e desigualdade".

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, desejou felicitações "de coração" ao cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio por sua eleição a papa, e a todos os católicos do mundo. "Espero dar continuidade à cooperação entre as Nações Unidas e a Santa Sé, sob a liderança da Sua Santidade papa Francisco", disse. "Compartilhamos objetivos comuns – da promoção da paz, justiça social e direitos humanos, à erradicação da pobreza e da fome – todos, elementos centrais para o desenvolvimento sustentável".

* Com informações da Telam e da BBC Brasil

Edição: Carolina Pimentel


Chefes de Estado parabenizam o novo papa  Chefes de Estado parabenizam o novo papa Reviewed by Redação on 3/14/2013 12:02:00 AM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-