“Fiquei um tempo andando em círculos”, diz Ben Affleck


Em entrevista à edição de novembro da Rolling Stone Brasil, o astro de Hollywood relembra os fracassos na carreira e fala sobre seu mais novo filme, Argo

(Foto: divulgação) 
Ben Affleck
Aos 40 anos, Ben Affleck já conheceu os dois lados da vida em Hollywood. De ator em ascensão a alvo constante de críticas, o astro nunca deixou se abalar. Em 2012, está de volta à mídia para divulgar o mais recente trabalho, Argo - filme que dirigiu, produziu e protagoniza. Em entrevista a Rolling Stone Brasil de novembro, o artista falou sobre o novo sucesso e relembrou as derrotas do passado. “Fiquei um tempo andando em círculos, fiz filmes que não deram nem um pouco certo, entrei nesse círculo de tabloides de um jeito muito ruim”, relembra. “Pensei: ‘Tenho que sair disso. O que quer que seja, não pode ser pior que isso do ponto de vista profissional’. E quis sair disso tudo e começar a dirigir”, afirma.

A escolha parece ter dado certo. Depois de dirigir os bons Medo da Verdade (2007) e Atração Perigosa (2010), Ben Affleck volta às telas no comando de um dos grandes candidatos à corrida pelo Oscar 2013. Argo conta a história de Tony Mendez, um agente da CIA que bola um plano mirabolante para resgatar seis norte-americanos escondidos durante a Crise dos Reféns no Irã, iniciada em 1979. No meio disso, há a relação distante de Mendez com o filho e o mundo glamoroso do cinema. “A história do Teerã e do Irã como um todo, da política, sempre foi uma coisa pela qual me interessei. E a outra foi o lado divertido, a Hollywood dos anos 70, que para mim foi a época de ouro”, explica o ator sobre a paixão à primeira vista pelo roteiro, baseado em fatos reais.

A derrocada de Affleck no passado começou, coincidentemente, logo após uma grande glória. Depois de ganhar o Oscar de melhor roteiro ao lado do amigo Matt Damon pelo filme Gênio Indomável, em 1997, o ator foi duramente criticado pela participação no longa Armageddon (1998). Mas o pior ainda estava por vir. Em 2003, ao protagonizar o terrível Demolidor – O Homem sem Medo, o rapaz se viu em meio a um amontoado de críticas. “Eu experimentei a minha vida como uma série de altos e baixos. Acho que sinto o agora, entre os 30 e os 40 anos, como a melhor época para o meu trabalho. Sei que vou falhar em algum ponto, porque nem todos os filmes funcionam”, desabafa.

Fonte: Linhas Comunicação
“Fiquei um tempo andando em círculos”, diz Ben Affleck “Fiquei um tempo andando em círculos”, diz Ben Affleck Reviewed by Redação on 11/12/2012 02:04:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-