Consumo regular de azeite ajuda a prevenir doenças


Médico nutrólogo explica os benefícios do óleo de oliva

(Foto: Getty Images)
O azeite e a azeitona são ótimas opções para substituir alimentos que contém gordura saturada, aquela considerada ruim para a saúde, encontrada em frituras, carnes e alimentos derivados do leite. Segundo um estudo publicado na revista Annals of Internal Medicine, o azeite é a principal gordura da dieta mediterrânea, pois contém polifenóis com as propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, capaz de bloquear a formação de gorduras e combater o envelhecimento celular. O azeite e a azeitona, além de combaterem o mau colesterol, ajudam na prevenção à diabetes, obesidade e doenças cardiovasculares.

(Foto: divulgação)
Dr. Durval Ribas Filho
“Os compostos dos polifenóis paralisam os radicais livres. Os níveis de colesterol bom (HDL) aumentam, reduzindo o colesterol ruim (LDL), limpando as artérias e prevenindo problemas cardiovasculares, como arterosclerose, derrames e infartos”, explica o Dr. Durval Ribas Filho, médico nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).  Além disso, a azeitona possui um alto teor de gorduras monoinsaturadas que ajudam a combater o nível de colesterol ruim no sangue, sendo também uma rica fonte de vitaminas A e E.

Aliado a uma dieta de baixa caloria, o azeite ajuda a reduzir as lipoproteínas de baixa densidade, controlando o nível de açúcar no sangue, além de melhorar a sensibilidade à insulina, fazendo com que o hormônio produzido pelo pâncreas ajude a glicose a entrar nas células. “Para os diabéticos, uma dieta rica em azeite de oliva, principalmente o extra virgem, moderada em carboidratos e baixa em gorduras saturadas pode ser uma aliada ativa contra a doença”, conta o médico.

O que define a pureza do azeite é quantas vezes a azeitona é prensada. O azeite extra virgem é o mais puro, o melhor para se consumir, e ainda possui um sabor suave. Com apenas uma prensagem, contém apenas 1% de acidez e é adequado para usar diariamente. O azeite virgem, por passar por duas ou três prensagens contém 2% de acidez e é indicado para processos de cozimento no fogo. O azeite refinado é o mais adequado para frituras, pois ele passa por desodorização, neutralização e descoloração. O azeite puro é o menos concentrado, pois é uma mistura dos azeites refinado e virgem.

Para o médico nutrólogo, o ideal é consumir o produto regularmente, complementando com uma variedade de alimentos, como vegetais, frutas e carboidratos. Além dos benefícios, o azeite é considerado um alimento importante para o funcionamento do intestino, porém ele deve ser consumido com moderação, cada grama contém 9 kcal.

Fonte: ABRAN
Consumo regular de azeite ajuda a prevenir doenças Consumo regular de azeite ajuda a prevenir doenças Reviewed by Redação on 11/28/2012 04:15:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-