Sintomas do Mal de Parkinson são reduzidos com acupuntura, mostra pesquisa


Método milenar reativa regiões do cérebro que foram desativadas pela doença

(Foto: Joe Raedle / Getty Images)
Imagem ilustrativa
A acupuntura pode reduzir os sintomas causados pela doença de Parkinson, é o que mostra o recente estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Seul, na Coréia do Sul, e publicado no mês de setembro pelo jornal CNS Neuroscience & Therapeutics. Segundo os autores da pesquisa, o método milenar da medicina tradicional chinesa reativa regiões do cérebro que foram desativadas pela doença.

Os cientistas explicaram que vários estudos anteriores tinham mostrado que o tratamento por acupuntura alivia os sintomas dos pacientes com mal de Parkinson – tanto seres humanos quanto animais. A equipe responsável pelo estudo utilizou o método de imageamento por ressonância magnética funcional (fMRI) para medir os efeitos que a acupuntura causou no cérebro após a sua aplicação.

Dividido em dois grupos – grupo controle e o grupo de Parkinson, com 12 pacientes cada, o estudo detectou que, no grupo dos pacientes com mal de Parkinson, a acupuntura estimulou as seguintes áreas do cérebro: o gânglio basal, putâmen, tálamo e núcleo caudado – todos associados com a doença de Parkinson.
(Foto: divulgação)
Dr. Márcio de Luna
Para o presidente da Associação Brasileira de Acupuntura do Rio de Janeiro (ABA-RJ) e coordenador do programa de pós-graduação do Instituto Brasileiro de Medicina Tradicional Chinesa, Dr. Márcio de Luna, a acupuntura não só traz um efeito relaxante aos músculos do paciente como também induz o sistema nervoso a gerar a dopamina, neurotransmissor essencial para o funcionamento normal do corpo humano.

“Não só nessa doença, mas em qualquer outra doença, a acupuntura promove contínua e sutilmente o equilíbrio das funções orgânicas como um todo, aliviando os sintomas e diminuindo o sofrimento do doente”, completa Dr. Luna, acupunturista há 28 anos.

Alternativa ao chip cerebral

Na medicina atual, existe uma cirurgia que faz a implantação de um chip no cérebro, chamada Deep Brain Simulation (estimulação cerebral profunda), que atua simulando a ação dos neurônios dopaminérgicos nessa área do cérebro. Segundo o especialista, antes de se optar pela cirurgia, os pacientes deveriam observar os efeitos de um tratamento por acupuntura, uma vez que esse método tem a capacidade de “turbinar” os neurônios remanescentes e com isso controlar a doença postergando a necessidade de métodos mais radicais e invasivos.

O acupunturista explica que “se o tratamento for ministrado bem no inicio da doença, a acupuntura preservará e estimulará os 20% de neurônios dopaminérgicos que ainda restam produzindo dopamina suficiente que o corpo precisa”. Ainda segundo o especialista, se o tratamento por acupuntura não for frequente, a fim de estimular e proteger os neurônios dopaminérgicos remanescentes, esses neurônios acabam morrendo. Segundo ele, o ideal é se manter uma frequência de duas sessões por semana.

Sobre a doença

O mal de Parkinson é uma doença degenerativa que afeta o sistema nervoso central, ainda sem cura, que traz complicações na área motora do paciente acometido pela doença e também dificulta a escrita e a fala. Com o tempo, a rigidez torna-se um dos sintomas proeminentes, o que diminui consideravelmente os movimentos, e os músculos tornam-se mais fracos progressivamente.

Recentemente, o ator norte-americano Michael J. Fox anunciou que sofre do Mal de Parkinson e que mesmo assim voltará ao trabalho em uma série de televisão. No Brasil, o ator da Rede Globo Paulo José também sofre deste mal. No caso dele, aplicou o chip cerebral (Deep Brain Simulation).

Fonte: Misfeldt Comunicação

Sintomas do Mal de Parkinson são reduzidos com acupuntura, mostra pesquisa Sintomas do Mal de Parkinson são reduzidos com acupuntura, mostra pesquisa Reviewed by Redação on 10/02/2012 06:00:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-