Transporte escolar: operação do Ipem reprova 31% dos veículos em SP


Fiscalização aconteceu nesta quarta-feira (8) em colégios da capital paulista

(Foto: divulgação / Ipem-SP)
Dos 65 veículos de transporte escolar (kombis, vans, microônibus e ônibus) verificados nesta quarta-feira (8) durante a Operação “Caminho da Escola”, do Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), 31% estavam irregulares.

Na ação, que ocorreu na porta de colégios da capital, foram verificados os cronotacógrafos, popularmente conhecidos como tacógrafos. Este equipamento faz o registro instantâneo e inalterável da velocidade, tempo e distância percorrida por um veículo em seu deslocamento. Conforme o Código de Trânsito Brasileiro, o equipamento é obrigatório em veículos de transporte coletivo, escolar e em caminhões que transportam carga.

Os motoristas devem trafegar com o certificado de verificação do cronotacógrafo, emitido pelo Ipem-SP, que é válido por dois anos, mas precisa ser renovado a cada manutenção do equipamento. “A finalidade da ação é fiscalizar a verificação obrigatória dos cronotacógrafos visando à prevenção de acidentes”, explicou José Tadeu Rodrigues Penteado, superintendente do Ipem-SP.

Segundo Paulo Roberto Lopes, diretor de Metrologia Legal e Fiscalização da autarquia, o número de veículos de transporte escolar irregulares, verificado hoje, é considerado “alto”. Os infratores têm dez dias para apresentar defesa à autarquia, e a multa varia entre R$ 100 e R$ 1,5 milhão, dobrando na reincidência.

A fiscalização ocorreu em cinco escolas: Móbile Colégio - Ensino Infantil, Móbile Colégio - Ensino Fundamental, Colégio Arquidiocesano de S. Paulo, Colégio Bandeirantes e Colégio Dante Alighieri.

Fonte: Ipem-SP

Transporte escolar: operação do Ipem reprova 31% dos veículos em SP Transporte escolar: operação do Ipem reprova 31% dos veículos em SP Reviewed by Redação on 8/08/2012 01:35:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-