E então... 2014 é logo ali


Artigo │ Por José Renato Santiago
@jrsantiagojr

(Foto: Mowa Press / diulgação)
Mano Menezes
Não há dúvidas que uma grande derrota, seja em qualquer ramo de atividade, torna o cenário propício para a mudança. No futebol, isto também acontece, e certamente, o discurso mais óbvio a ser adotado, diante a derrota na final das Olímpiadas, é pedir a saída do técnico Mano Menezes.

Ouvi várias pessoas, e o discurso de “profeta do passado” realmente tem ganhado força. Talvez se Oscar tivesse marcado aquele gol no momento derradeiro da partida frente ao México, a medalha de ouro teria vindo para cá. E juntamente com ela, o técnico talvez estivesse sendo prestigiado agora.

Ouvi alguns jornalistas adotarem o discurso conciliador, que talvez seja importante continuar prestigiando o atual trabalho. Complicado, aliás, muito complicado.

A verdade é que a “falta de perspectiva” é o que existe de mais marcante em nossa preparação para a Copa do Mundo. Segundo muitos, o antigo presidente da CBF não tinha qualquer interesse na seleção brasileira, apenas na organização da Copa do Mundo e em assuntos comerciais.

Talvez isso explique que um técnico sem um grande histórico de conquistas, que é o caso de Mano Menezes, tenha chegado ao principal cargo almejado por um técnico brasileiro. Com certeza Mano Menezes deve ter qualidades que o coloque como um dos importantes técnicos brasileiros, por mais que tenham, em minha opinião, outros a frente dele.

Já o atual presidente da CBF, ao que parece, se interessa mais nos resultados em campo, seja pelo motivo que for. No entanto, acreditar, que por causa disso, ele tomará a melhor decisão sobre a permanência ou não de Mano Menezes, é algo de uma ingenuidade absurda.

O histórico do atual presidente da CBF fala por ele... Sendo assim, com ou sem Mano, com ou sem Teixeira (agora sem), com Marin, com ou sem Medalha de Ouro (agora sem), caminhamos, lamentavelmente, para sermos a única seleção campeã mundial a perder duas edições de Copa do Mundo realizada em seus próprios domínios.

Pessimismo? Talvez, mas esta história já foi vivida pela nossa seleção.
E então... 2014 é logo ali E então... 2014 é logo ali Reviewed by Redação on 8/13/2012 01:09:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-