De Olho no Lance: Enfim, o ouro?


Por Alisson Matos

(Foto: Rafael Ribeiro / CBF)
É um longo tempo de espera e uma ambição que ainda não foi saciada. De quatro em quatro anos, o discurso é exaustivamente repetido e a geração sempre supera a anterior. A nova safra ganha ares de praticamente imbatível e o clima produzido colabora para, via de regra, a decepção.

Desta vez, Ganso, Neymar, Leandro Damião, Oscar e companhia têm a missão de superar os dois bronzes em 1996 e 2008, além das duas pratas na década de 1980. A seleção brasileira chega, mais uma vez, como uma das favoritas e, agora, com um adendo: é a base da equipe para a Copa daqui a dois anos.

Mano Menezes sabe de suas responsabilidades. O discurso do treinador, que desde o início do trabalho tem sido bem coerente, não colaborou com os resultados e um possível revés em Londres deve selar  o seu destino longe do comando. 

A equipe, enfim, tem uma cara, uma forma de jogar, e o teste de fogo chega justamente no oportuno momento. É a chance de se provar que os jovens talentos podem manter acesa, como a tocha olímpica, a esperança dos torcedores brasileiros para o próximo Mundial.

Há até quem prefira mais o ouro do que a conquista em 2014. Que os deuses do Olimpo estejam ao nosso lado.
De Olho no Lance: Enfim, o ouro? De Olho no Lance: Enfim, o ouro? Reviewed by Alisson Matos on 7/26/2012 01:03:00 AM Rating: 5

Nenhum comentário

Fale com a redação: contato@portaltelenoticias.com

-

Publicidade

-